Franquia de asfalto faz test-drive com franqueados

Com inauguração de novo centro de treinamento, parceiros da Único Asfaltos vivenciam rotina operacional, administrativa e comercial antes de começar a atuar

Fundamental para manter a qualidade de uma rede de franquias, o processo de treinamento dos franqueados precisa ser bem planejado e organizado. Pensando nisso, a franquia industrial Único Asfaltos inaugura um espaço de 7 mil m² para “test-drive” de franqueados na sede em Barueri. Em um espaço com maquinário, duas usinas e todos os produtos químicos necessários à fabricação do asfalto, os parceiros aprendem, exercitam e aplicam todas as suas funções cotidianas, sob supervisão do franqueador.

No processo, que dura 40 dias, os franqueados mudam-se temporariamente para Barueri e são reunidos em turmas de até seis para uma rotina de lições e avaliações, que passam pelo aspecto operacional, administrativo, jurídico e comercial. “Ensinamos desde a fabricação do asfalto até o fechamento de negócios com os clientes. Com a proximidade da franqueadora, valorizamos o humano e o físico, em um modelo de aprendizado intensivo e de imersão. É uma oportunidade de o parceiro sentir se é aquilo que realmente espera do negócio”, afirma o fundador Jorge Coelho. Além do treinamento, os interessados em adquirir uma unidade podem fazer um test-drive de um dia no local.

O economista Patrick Guidugli está no meio do treinamento e diz que a novidade é fundamental para que possa realizar um bom trabalho na unidade recém-adquirida, em Andradina (SP). “As pessoas chegam até a franqueadora com diferentes níveis de experiência e conhecimento, por isso é preciso equiparar o know-how de toda a rede para otimizar a produtividade. E também é importante para que os parceiros aprendam no dia a dia”, opina.

Pioneira do asfalto

O interessado na Único Asfaltos deve ter disponibilidade para se dedicar full-time ao negócio, capacidade financeira (o investimento inicial médio é de R$ 490 mil) e postura de empresário, entre outros aspectos. “Nossos franqueados desfrutam de um negócio rentável em um mercado com demanda constante”, ressalta Jorge.

O faturamento médio é de R$ 100 mil mensais, com margem de lucro de até 30%, e o tempo de retorno é de 12 a 18 meses. Hoje, a rede possui 142 unidades no mundo – sendo 132 no Brasil e outras mais nos Estados Unidos, Colômbia e República Dominicana – e fatura R$ 80 milhões. Até o final de 2018, a meta é abrir 40 novas franquias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.